O Maverick Perdido

No começo dos anos setenta um carro chamou atenção durante a Auto Expo Mexico.

Não era nenhum grande lançamento ou carro-conceito inovador.

Cercado de beldades, aquele carro verde trazia um nome conhecido dos fanáticos por muscle cars americanos.

Com um grande catálogo de peças de performance, o Maverick Shelby era apresentado ao público.

Construído por Eduardo Velazquez, dono da Shelby De Mexico S.A, o projeto contava com o aval do próprio Carrol Shelby. A Shelby De Mexico S.A. foi a maior revendedora das peças Shelby, de 1965 até 1969.

Muito se especula sobre a veracidade desse aval, mas a empresa Shelby De Mexico já transformava Mustangs normais em Shelby GT desde 1965, vendendo e instalando peças “COBRA” importadas dos Estados Unidos.

O Maverick não era diferente, e contava com um grande catálogo e muitas modificações disponíveis, entre outras:

–         Spoiler dianteiro
–         Persianas do vidro traseiro
–         Scoop e filtros de ar esportivos
–         Conta-giros externo, montado no capô do carro
–         Rodas especiais de liga leve
–         Pneus alta performance de perfil mais baixo
–         Tampas de válvula COBRA
–         Amortecedores esportivos
–         Grade dianteira do modelo americano Mercury Comet

Muito se fala sobre esse carro, já que não há registros de quantos Mavericks foram modificados (falam em 300 carros), e por não receber uma numeração especial Shelby, muitos desacreditam o carro como sendo uma série especial, e o classificam apenas como “mostruário” da linha de acessórios Shelby.

De qualquer modo, o Maverick Shelby se tornou um dos grandes mistérios dos admiradores Ford,  justamente por essa falta de registros e dificuldades em conseguir informações sobre o modelo que alia dois grandes nomes da época em um carro único e diferente.

Anúncios

Sobre lombardi13

Sobrevivendo a mim mesmo na Infernal São Paulo.
Esse post foi publicado em Antigos e marcado . Guardar link permanente.

Uma resposta para O Maverick Perdido

  1. Speeder_76 disse:

    O carro é belo, tenho de ser honesto. Agora essa de um Maverick Shelby… confesso que tal coisa é nova para mim.

    Curiosamente, ando a ler umas coisas sobre o Carrol Shelby, pois comprei um livro chamado “Como uma Bala”, que fala da aventura da Ford em Le Mans, tentando bater as Ferrari. Quando acabar, tenho de falar sobre o livro.

    A propósito: belo blog, parabéns. O mais fácil está feito. O mais dificil está a vir. Desde que o faças com gosto, nem sentirás os solavancos. Abraços!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s