Interlagos: A segunda morte.

Depois das reformas que trouxeram o GP de Fórmula 1 de volta à cidade de São Paulo, o antigo traçado de Interlagos ficou abandonado.

O “templo”, como é chamado pelos seus admiradores não mais oferecia diferenciais que separavam os pilotos bons dos excelentes, já que piloto ruim não conseguia andar por lá.

Dos 7.960 metros do traçado original, sobraram, mutilados 4.309.

Claro que as reformas da década de noventa trouxeram de volta o investimento internacional, o glamour da F1 e tudo aquilo que gostamos de ver desde sempre.

Mas e o principal do automobilismo? A disputa, a emoção, os caminhos secretos conhecidos apenas pelas corujas que lá habitam?

Anos se passaram, o traçado antigo ainda sobrevive, esquecido e coberto de mato, mas com seu asfalto visualmente intacto, como se fossem artérias de um corpo muito maior, o qual sem elas morreria rapidamente.

Está tudo alí, o quintal dos maiores pilotos brasileiros.

A "Ferradura", que virou "laranjinha". Primeira perna a direita, freada em curva.

Nunca vi provas no traçado antigo, e fico apenas imaginando os carros descendo a curva 3, logo após o retão de cano cheio.

Curvas 1 e 2. Os de verdade faziam sem tirar o pé.

Essa foi a primeira morte de Interlagos.
A segunda, ocorre diante de meus olhos.

O automobilismo brasileiro está definhando. Dirigentes mais ocupados com suas posições políticas e prestígio do que com campeonatos sérios, que valorizem pilotos e máquinas, premiando o esporte com disputas acirradas e uma possibilidade de aprendizado para os mais jovens que sonham em correr internacionalmente.

A maior e mais rica cidade do Brasil está deixando escapar por entre seus dedos um pedaço da história do esporte motor.

O autódromo internacional José Carlos Pace está abandonado.

Mato, sujeira, lixo espalhado, guard-rails deteriorados, barreiras de pneus desajeitadas e o fato mais marcante: falta de público.
Algo afastou o paulistano do autódromo.

Esse mesmo público que acampava o final de semana inteiro em volta da pista para não perder nenhum detalhe de suas corridas e pilotos prediletos, hoje nem sabe quando ocorrem os eventos.

Arquibancadas vazias, cena comum. Boxes vazios, nova realidade.

O abandono do autódromo e suas instalações mostra o que o futuro reserva para o Templo.

Entrada do "S". Mato e sujeira.

Esquece a placa. Freada nos 50 matos.

Barreira de pneus. Devem ser remold, pois não dão alinhamento.

O tempo é implacável.

 

E agora? Quem poderá nos ajudar?

 

Homens e máquinas habitam cada metro desse chão, memórias e almas espalhadas por entre tragédias e glórias de um tempo que não volta mais.

Quem sabe o que o futuro nebuloso reserva ao Templo?

Anúncios

Sobre lombardi13

Sobrevivendo a mim mesmo na Infernal São Paulo.
Esse post foi publicado em Automobilismo e marcado , , . Guardar link permanente.

8 respostas para Interlagos: A segunda morte.

  1. Ricardo R B. disse:

    Boa noite. Algumas comparações são inevitáveis. Costumo dizer q o q está dando certo merece sim ser seguido, copiado.. e melhorado. Sou gaúcho e vivo em SP a 6 anos. Quando no RS, ia a todos eventos automobilisticos por lá. Entenda bem; todos. A população do estado do RS deve ser praticamente a mesma da CIDADE de SP. Pos lá temos Tarumã(q muitos criticam a precariedade, q muito lobby foi feito até tirarem a stock), tem Guaporé, Santa Cruz e ultimamente o Velopark. E em SP? Interlagos e..?! – Ok, pode ser q uma cidade do tamanho de SP não precise de outros autodromos, já q é conhecido no mundo todo graças a F1, enquanto lá no RS quase ninguem fora do país deve conhecer as pistas. Mas vejam só.. a sequencia de detalhes por lá… Formula truck, corrida no domingo.. o autodromo costumava abrir os portões na terça feira.. e do lado de fora já formavam filas de quem viajava no estado pra acampar… simmm.. acampar no autodromo, mesmo com toda precariedade. Na stock acontecia o mesmo. Muita propaganda em radios.. tvs.. faixas pela cidade.. torna o evento um “viral”. Em SP, pra entrar de carro no autodromo é um parto; e só consegue no dia do evento, informação sobre corridas.. mal tem pelos sites. Se vc tenta falar com alguem mais influente no autodromo, seguranças te barram, as pessoas são inacessiveis por aqui. É tanta burocracia q acaba por desgastar, e em uma cidade com tantas outras opçoes de lazer, o pessoal acaba deixando de lado as corridas. É uma pena, pois é um autodromo lindo onde correm grandes maquinas importadas ao longo do ano… e infelizmente tem mais pessoas no box do q nas arquibancadas…

    • lombardi13 disse:

      Concordo e admiro teu estado e toda a história que tem no automobilismo brasileiro.

      Infelizmente, ao menos por essas bandas, temos um seleto clube de “ricos que correm”.
      Pra mim, poucos são realmente interessados no esporte, mas sim no lucro ou vantagens que podem levar.

      Só penso diferente quanto ao número de autódromos, que deve ser sempre maior, já que muita gente poderia se envolver com o automobilismo se tivesse um lugar e uma categoria acessível.

  2. Marilia Compagnoni disse:

    É triste saber que Interlagos está, a cada dia, mais abandonado.

  3. Felipe Lima disse:

    nao duvide, se daqui alguns anos, surje um novo autódromo no RJ, provalemente por causa da Copa e Olimpiadas, e finalmente enterrar de vez Interlagos!!!

  4. Ronei Rech (rony roney) disse:

    Amigo voce foi perfeito no texto!! Infelizmente parece que a deterioraçao de Interlagos é eminente, parece que esta sem freios e quem cuida nao esta preocupado. Triste isso. Mas por favor continue relatando em seu blog esse meio de comunicaçao é muito importante.

    Abraços!!

  5. Rogerio disse:

    Parabens pelo texto, que expressa exatamente o que todos brasileiro amantes da velocidade, e que admiram nosso autódromo que 10 entre 10 pilotos adoram!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s